impactos

A caracterização da qualidade d’água dos corpos hídricos é fundamental na avaliação de impactos ambientais causados pela aquicultura, assim como é uma importante ferramenta para orientação do processo de escolha de áreas para a implantação de novos empreendimentos aquícolas. O presente estudo objetivou caracterizar os padrões atuais de qualidade d’água e também simular a qualidade da água em condições críticas de vazão, dos oito grandes reservatórios artificiais existentes na calha do rio Paranapanema. Para isso, foram utilizados dados primários, séries históricas de qualidade de água registradas entre 2001 e 2011 e, por meio de modelagem da qualidade da água realizadas através do pacote computacional MOHID, determinados os respectivos Índices de Estado Trófico (IET) para cada reservatório. Os resultados indicaram que os reservatórios estudados podem ser classificados entre oligotróficos e mesotróficos. As áreas atualmente já eutrofizadas são minoria, representando, em média, cerca de 1% da área total dos reservatórios, com exceção de Jurumirim, onde chegariam a aproximadamente 5% da sua área. Os reservatórios do rio Paranapanema apresentam padrões adequados de qualidade d’água para a prática da aquicultura. Ainda assim, é necessário precaução na escolha de áreas para que novos parques aquícolas, evitando-se aquelas áreas mais susceptíveis à eutrofização.

]caracterizacao