Sou graduado em Zootecnia (2010), mestre em Ciências Veterinárias (2012) e doutor em Zootecnia (2018) pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). O foco geral das minhas pesquisas é melhorar a compreensão atual dos efeitos ambientais sofridos pela biota de ecossistemas aquáticos continentais e marinhos. Dentre esses trabalhos, evidencia-se estudos para avaliação dos efeitos de contaminantes orgânicos e inorgânicos sobre marcadores genéticos, bioquímicos, fisiológicos e reprodutivos para teleósteos nativos. Particularmente no trabalho de doutorado, que esteve associado ao projeto de pesquisa e desenvolvimento, financiado pela Petrobras e intitulado “Marcadores moleculares e ecotoxicológicos aplicados a incidentes em ambientes aquáticos continentais”. Estive interessado nos efeitos de variações ambientais (temperatura e pH) nas respostas gerais de biomarcadores de contaminação por hidrocarbonetos de pretório. 

Outro foco da minha pesquisa está relacionado ao monitoramento de espécies invasoras em ambientes aquáticos. Atualmente estou desenvolvendo estágio de pós-doutorado no programa de pós-graduação em Zootecnia da UFPR com o projeto intitulado “Monitoramento da biodiversidade de peixes no canal da piracema utilizando sequenciamento de DNA de segunda geração”. Assim como tantos outros projetos desenvolvidos pelo GIA, o objetivo é inovador:  integrar os conhecimentos da ictiofauna do reservatório de Itaipu e do Canal da Piracema com avanços recentes na tecnologia de sequenciamento de DNA ambiental, a partir do desenvolvimento de um método de monitoramento da ictiofauna local.

Além da contribuição no GIA/UFPR, também atuei como professor substituto no Departamento de Produção Animal do Instituto Federal Catarinense – Campus Araquari, ministrando as disciplinas de Zootecnia Geral, Agroindústria e Bem-estar Animal (2012-2013).

Além disso, atuei como coordenador de projetos de pesquisa e desenvolvimento no Laboratório DIAGNO, Materiais e Meio Ambiente (2014/2015 – 2017 até o presente).