PÓS – DOUTORANDA: NATHIELI COZER

Nathieli Cozer:

Possui graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE (2011), mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (2014), pela mesma instituição e doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal do Paraná – UFPR. Atualmente é gestora administrativa, pós – doutoranda e pesquisadora do Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais – GIA. Tem experiência com aquicultura atuando com produção de organismos aquáticos.

Orcid https://orcid.org/0000-0002-4896-4322

Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4465664E2

Apresentação:

Sou graduada em Engenharia de Pesca (2011) e mestre em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (2014) pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Ingressei no Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais (GIA) no ano de 2015 quando comecei o meu doutorado em Zootecnia o qual, foi concluído no ano de 2019.

 

 

Durante o doutorado, meu trabalho esteve vinculado ao projeto de pesquisa e desenvolvimento, financiado pelo CNPq, intitulado como Desenvolvimento de novas tecnologias para a produção de ostras e camarões no litoral paranaense.

O principal objetivo de minha pesquisa foi avaliar os potenciais e os desafios para se fazer da Produção Integrada (PI) uma alternativa para promoção do desenvolvimento da carcinicultura marinha no Brasil, de modo especial, a principal forma de se produzir camarões no país: a produção em viveiros.

Dentre esses trabalhos, evidencia-se a caracterização da carcinicultura no Brasil com a proposição de alternativas viáveis para a melhoria do setor, a caracterização especificamente do sistema de engorda de camarões marinhos no Brasil por meio da contabilidade do uso de energia nos principais processos operacionais envolvidos nessa fase do cultivo, a compreensão baseada em uma análise de SWOT de quais princípios e práticas da PI poderiam ser aplicados na carcinicultura brasileira e também, uma análise econômica financeira comparativa entre o  regime convencional de produção e o regime de PI proposto.

Ao final do doutorado, uma coletânea, intitulada Produção Integrada na Carcinicultura – Volume I e II foi publicada e está disponível no site do GIA.

Além disso, o trabalho gerou artigos que já foram publicados. Entre eles: “Infrastructure, management and energy efficiency in a hypothetical semi-intensive shrimp model farm in Brazil: a systematic review and meta-analysis”  na Reviews in Aquaculture e “Challenges and potentialities of the integrated production regime implementation in the Brazilian marine shrimp farming: a systematic review” na revista Aquaculture International.

Atualmente, desenvolvo a função de gestora técnico-administrativa do GIA, realizo estágio de pós-doutorado no programa de pós-graduação em Zootecnia da UFPR com o projeto intitulado “Monitoramento da biodiversidade de peixes no canal da piracema utilizando sequenciamento de DNA de segunda geração”. A realização do presente projeto permitirá integrar os conhecimentos já gerados sobre a ictiofauna do reservatório de Itaipu e do Canal da Piracema com avanços recentes na tecnologia de sequenciamento de DNA ambiental, a partir do desenvolvimento de um método preciso e inovador de monitoramento da ictiofauna local.