O GIA realizou, entre 2004 e 2005, um trabalho pioneiro no estado do Paraná de liberação de juvenis de robalos em áreas estuarinas. A primeira liberação foi realizada com juvenis que haviam passado por um processo de recria em tanques-rede colocados na baía de Guaratuba. O vídeo mostra um pouco do trabalho realizado.