femeaovada

O presente trabalho trata do estudo do ciclo reprodutivo de Ucides cordatus (caranguejo-uçá) através da histologia ovariana e da distribuição temporal de fêmeas ovígeras no ambiente natural. Exemplares fêmeas de U. cordatus, foram coletados mensalmente de outubro de 2002 a março de 2005 na Baía de Antonina, Paraná (25º 25’ S; 48º 42’ W). Lâminas permanentes foram confeccionadas em Tricrômico de Mallory, Hematoxilina de Harris e Eosina e em reação histoquímica do Ácido Periódico de Schiff. Os ovários foram classificados em cinco estágios (estágio 1 – ovário imaturo, estágio 2 – ovário em maturação inicial, estágio 3 – ovário em maturação final, estágio 4 – ovário maturo e estágio 5 – ovário em regeneração), através da prevalência das células germinativas nas diferentes fases de desenvolvimento. Foram capturadas 367 fêmeas com larguras cefalotorácicas médias de 6,6 ± 0,75 cm. A distribuição mensal e sazonal das frequências relativas dos estágios de maturação ovariana revelou um maior percentual de fêmeas com ovário em estágio 4 entre outubro e março, principalmente nos meses que correspondem à primavera (novembro a fevereiro). A ocorrência de fêmeas ovígeras durante o período de estudo iniciou-se em novembro, durando em média quatro meses. O período reprodutivo de U.cordatus nos manguezais da Baía de Antonina estendeu-se de outubro a março.

AR3Morphology