Apresentação

Graduado em Zootecnia (2012), pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Mestre e Doutor em Zootecnia, pela Universidade Federal do Paraná e atualmente é pós-doutorando, também pela Universidade Federal do Paraná. Desde 2015, é responsável pelo Laboratório de Pesquisas com Organismos Aquáticos (LAPOA), pertencente ao Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais (GIA).

As pesquisas no mestrado foram voltadas à compreensão de fatores críticos que envolvem o desenvolvimento ontogenético de uma espécie de lambari (Astyanax lacustris), que é uma das espécies utilizadas como bioindicadora de impactos ambientais diversos pelo Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais (GIA). O projeto fez parte do projeto de pesquisa financiado pela Petrobras, intitulado de “Marcadores moleculares e biológicos aplicados a incidentes em ambientes aquáticos continentais”.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7395885633087666

ORCID:0000-0002-5313-9167

Uma vez definidos os padrões do desenvolvimento ontogenético inicial da espécie, no doutorado, avaliou-se o desenvolvimento sob condições de exposição a diversas frações solúveis em água de compostos derivados do craqueamento do petróleo, como a gasolina, o óleo diesel, dois diferentes óleos lubrificantes e até mesmo o próprio petróleo. Além do desenvolvimento ontogenético, foi realizado a investigação dos efeitos desses derivados na reprodução da espécie.

Participação de outros projetos de pesquisa:

Monitoramento de espécies invasoras em ambientes dulcícolas, sendo membro de equipe técnica responsável pelo monitoramento do mexilhão dourado (Limnoperna fortunei) e do hidrozoário (Cordylophora caspia) em reservatórios das Usinas hidrelétricas pertencentes a Copel.

É autor de capítulo de livro sobre o Meio Ambiente e a Carcinicultura e também sobre o Licenciamento Ambiental de empreendimentos de carcinicultura.

Prestador de serviços de monitoramento quali-quantitativo de Limnoperna fortunei em reservatório da UHE Serra do Facão – GO.

 

Atualmente é bolsista do projeto intitulado “Monitoramento da biodiversidade de peixes no canal da piracema utilizando sequenciamento de DNA de segunda geração”, projeto cujo foco é desenvolvem conhecimentos da ictiofauna do reservatório da Itaipu e do canal da Piracema com avanços recentes na tecnologia de sequenciamento de DNA em tempo real.

Trabalhou no projeto de avaliação de toxicidade de produtos químicos utilizados na tentativa do controle do mexilhão dourado em sistemas hidráulicos.

Foi bolsista do programa de Redes Digitais da Cidadania do estado do Paraná, no projeto intitulado “Centro de Análise e Informação Estratégica da Aquicultura – INFOAQ”.

Além disso, é membro de equipe técnica de trabalhos de impacto ambiental da ictiofauna e bentônica durante a implantação da rodovia BR-135, na Bahia.

Trabalha com projetos de aquicultura, com ênfase em sistemas de cultivo heterotrófico (bioflocos). Têm experiência no planejamento e execução de projetos de aquicultura, tanto no método convencional (escavado), como em tanques-rede.

Procedimento de anestesia para aplicação do hormônio para a reprodução induzida
Larva de Astyanax lacustris apresentando edemas no pericárdio e malformações estruturais (notocorda)
Avaliação de gônadas dos reprodutores expostos aos derivados
Microscopia de ovócitos e embriões