Mestranda: Camila Prestes dos Santos Tavares

Projeto de PesquisaAvaliação de diferentes técnicas para indução da ecdise em Callinectes ornatus (ORDWAY, 1863) para produção de siri mole”.

A família Portunidae, composta por crustáceos popularmente conhecidos como siris, trocam periodicamente seu exoesqueleto, em um processo chamado de muda ou ecdise, quando o exoesqueleto rígido é substituído por um novo flexível e macio, com elevado teor de água e baixo nível de calcificação.

O período de tempo compreendido entre uma muda e a subsequente é chamado de ciclo de muda, e divide-se em quatro etapas: inter-muda (25 dias), pré-muda (8-13 dias), muda (3-4 horas) e pós-muda (1-2 dias). O Ciclo de muda é controlado por homônimos esteroides secretados pelo órgão X, localizado na glândula antenal, e pelo órgão Y, na glândula do seio, podendo também ser fortemente influenciado pelo tempo de vida do organismo e seu estado nutricional, além de outros fatores, como o processo de regeneração de membros perdidos, por exemplo.

Logo após muda, o siri com exoesqueleto pouco calcificado e macio, tem grande valor gastronômico em várias partes do mundo, apresentando-se como uma das formas mais lucrativas de comercialização de siris. Nos últimos anos a produção e a comercialização do siri mole, principalmente dos gêneros ScyllaCallinectes e Portunus vem ganhando importância em diversos países, gerando empregos direta e indiretamente.

Na produção de siri mole, o siri é obtido, em sua maioria, a partir da pesca durante poucos períodos do ano, principalmente no período do verão, em que há maior incidência de muda. Na pesca do siri, são selecionados apenas os siris em estágio de pré-muda, enquanto os indivíduos em outros estágios do ciclo de muda são geralmente descartados. Após a seleção, os siris são transferidos para um sistema de produção em condições controladas até realizarem a muda.

O grande desafio da produção de siris moles é a regularidade da oferta do produto para a comercialização, principalmente nos períodos frios do ano, como no inverno, em que os siris não realizam a muda com frequência, e permanecem maior tempo no estágio de inter-muda.

Por esse motivo, esse projeto de mestrado tem por objetivo avaliar diferentes técnicas de indução da muda em siris da espécie Callinectes ornatus, e otimizar o processo de produção comercial de siri mole em todos os períodos do ano. Para tanto, estão previstas as seguintes ações:

  • Contextualizar os fatores fisiológicos e ambientais que influenciam no processo de ecdise em siris (Portunidae);
  • Avaliar o efeito da autotomia dos quelípodos nas taxas de ecdise e sobrevivência em Callinectes ornatus em condições ambientais controladas;
  • Analisar o efeito da ablação do pedúnculo ocular unilateral e bilateral nas taxas de ecdise e sobrevivência em Callinectes ornatus em laboratório.

Camila Prestes dos Santos Tavares possui graduação em Tecnologia em Aquicultura pela Universidade Federal do Paraná – UFPR (2014), e atualmente é mestranda em Zoologia, pela mesma instituição e pesquisadora do Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais – GIA. Tem experiência na área de aquicultura, atuando principalmente na produção de organismos aquáticos.


Mestrando: Diogo Barbalho Hungria

Projeto de Pesquisa“Estudo e desenvolvimento de tecnologia para a produção de siri mole no litoral paranaense”. 

O Siri

Como todos os artrópodes os siris passam periodicamente por uma fase conhecida como muda ou siri mole e é justamente nessa fase que ele é considerado uma iguaria podendo ser ingerido inteiro sem a necessidade de tirar a casca. Conhecido e cultivado em várias partes do mundo já há algum tempo, o siri mole está começando a ser descoberto aqui no Brasil.

O exoesqueleto desses animais, apesar de conferir grande proteção mecânica ao organismo, acaba impossibilitando o seu crescimento e a solução desenvolvida foi a de trocar periodicamente seu exoesqueleto por outro maior, na maioria dos casos. Esse processo de trocas periódicas do tegumento é conhecido como ciclo da muda ou ecdise e é dividido em quatro fases distintas; inter-muda, pré-muda, muda ou ecdise e pós-muda.

Ciclo da Muda

Logo após a eliminação do exoesqueleto velho, o mais novo siri leva algumas horas para conseguir enrijecer seu tegumento. Durante o processo de eliminação da sua antiga “armadura” o siri absorve uma grande quantidade de água dando forma ao seu novo e frágil exoesqueleto. O tempo de enrijecimento varia de acordo com o tamanho do individuo e toda água absorvida durante a muda é lentamente substituída por novos tecidos, ou seja, mesmo não aumentando de tamanho o siri não cessa completamente seu crescimento durante o período de inter-muda.

Pesca

Na pesca do camarão o siri é considerado um transtorno, pois ele rasga as redes além de dar muito trabalho para ser retirado. O siri detém um grande potencial de exploração, pois é capturado em grandes quantidades o ano inteiro e, como não há um destino para esse recurso, eles são descartados.

Trabalho

A captura dos indivíduos se dará através da pesca de arrasto de camarão e caceio no litoral paranaense. O siris, por serem muito agressivos e canibalistas, serão individualizados em garrafas PETs ainda em campo. Posteriormente, serão transportados em caixas com água salgada e com aeração intensa até o laboratório do GIA, onde serão triados (identificação, sexagem, peso e tamanho). Após a triagem, eles serão condicionados em caixas contendo 70 litros de água salgada com aeração contínua. Grupos de aproximadamente 30 indivíduos receberão diferentes tratamentos como, por exemplo, dieta alimentar. Esses tratamentos visam testar o ciclo da muda e taxas de sobrevivência em condições de cativeiro.

 

Diogo Barbalho Hungria possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (2009). Tem experiência em monitoramentos de ictiofauna, coletas biológicas, pesca artesanal, científica, piscicultura e de maricultura. Atuando principalmente em atividades de campo, coordenação das mesmas e coletas de material biológico. Atuo também nas seguintes áreas: histologia, histopatologia e anatomia do caranguejo-uçá, Ucides cordatus. Genética molecular de invertebrados. Genética de microrganismos com ênfase em proteômica. Técnico em montagem e manutenção de computadores (UTFPR 2001-02).

No images found.